JANDIRA NEWS

Ética e independência na defesa de Jandira e região.

Barueri-Eleições 2008:Entrevista com Jaques Munhoz  

O advogado, ex-vereador e candidato à prefeitura de Barueri Jaques Munhoz (PDT) foi vice do atual prefeito Rubens Furlan (PMDB), com quem rompeu. Ele diz que iniciou a militância jovem porque o pai foi sindicalista e militante do Partido Comunista.

Nesta entrevista, Munhoz explica por que deixou a cadeira de vice do atual prefeito: “Parece que ele [Furlan] se perdeu dentro do poder, dentro da ganância do poder”.

Visão OestePor que o senhor rompeu com Rubens Furlan?

Jaques Munhoz – O Furlan não tem, hoje, projeto para habitação, para saúde, para educação. Ele não tem um projeto para o transporte, para o município, que hoje é o segundo PIB do Estado e a sétima cidade de arrecadação. Não é possível que uma pessoa que tinha a experiência que ele teve – ele tem o mérito dele, eu não posso tirar –, não é possível que, por exemplo, ele assuma nos últimos quatro anos que o único projeto que tem é de querer ser governador, fazer a filha deputada federal, o irmão vereador, o outro irmão secretário, a outra irmã assessora. Parece que ele se perdeu dentro do poder. Porque senão, por que fazer um estádio de futebol? Pra que você passar, por exemplo, pro GRB, que é uma ONG, R$ 14 milhões, no ano passado?

O senhor já disse que pretende cortar verbas destinadas ao GRB. A cidade não tem que ter um clube de expressão nacional?

Não existe projeto para o esporte. Não é possível que você coloque uma ONG para administrar uma parte do esporte da cidade se tem a Secretaria de Esporte. É disfarçar para fortalecer um time de futebol profissional. Eu não vou cortar a verba do GRB, vou cortar a verba da ONG GRB. Organização não-governamental, ela não vive sem verba governamental? Nós vamos ter um projeto de esporte muito bonito, que vai ser feito nas escolas.

E sobre a cidade ter um clube de expressão nacional?

A cidade não tem um clube de expressão nacional, ela tem uma ONG de expressão nacional, o GRB. Que privilegia 11, ou 12, ou 15, uma casta de jogadores profissionais, diretores e tudo mais. Eu pergunto: se você é o prefeito de Barueri, você deixa 5 mil famílias desempregadas ou prefere um time de expressão nacional, que não agrega nada e só gera despesa? A projeção de gasto do estádio é de R$ 300 milhões. Na primeira fase, está atingindo R$ 120 milhões, que hoje são, nada mais, nada menos, que seis mil apartamentos para pessoas que não têm onde morar. Por isso, não é interessante para a cidade ter um time de expressão nacional. A cidade não é dele [Furlan], a cidade é do povo.

Se o senhor for eleito, pretende finalizar o Arena?

Nós não podemos desmanchar o Arena, que é uma obra já feita, a custa de muito sacrifício. O Arena vai fazer parte de um projeto que envolve o esporte, a educação e a cultura.

Quais são suas principais propostas para a cidade?

Vamos virar a administração para o bairro, criar centros administrativos de bairro, colocar um aparelhamento, um prédio, que não precisa ser grande, interligado por informática, como o Ganha Tempo Central, com todos os departamentos da prefeitura. Vamos descentralizar a administração, transformar esse tipo de união em polícia comunitária. O policial só vai trabalhar naquele bairro, é um policial amigo do cidadão, vai conhecer todas as ruas, todos os comerciantes. Nossa escola vai ser no estilo CEU. Vou transformar todos os postos de saúde de Barueri em policlínica. Hoje você demora um ano para fazer um exame, não existe uma política de medicina para mulher, uma diretriz da saúde para atender a criança. Vamos transferir isso para o bairro.

Moradores de outras cidades não serão atendidos em Barueri?

As policlínicas não vão atender ninguém de fora, só do bairro. Se o cara vem de Carapicuíba, Sorocaba, Itapevi, ele vai ter um departamento no pronto-socorro de Barueri. Se a fila for daqui até os Estados Unidos, até a Bahia, até São Paulo, não é problema nosso.

Por que há quem considere Furlan imbatível nas urnas?

Ele tem o mérito dele em um determinado momento da história de Barueri. Aliado a tudo isso, é um homem inteligente, um político ardiloso. Mas ele não é imbatível.

Fonte:Visão Oeste

[get this widget]

AddThis Social Bookmark Button

2 comentários

  • Mariana  
    4/10/08

    Como gostaria que isso tivesse veracidade, afinal a máquina adiministrativa de Furlan já está deixando o povo muito chateado, numa das reuniões onde Furlan dizia do seu atendimento ao povo tive uma amiga que sofreu um aumento da pessão arterial devido as inumeras mentiras proferidas, ele hoje tem o poder de chamar o pobre de pobre, e por isso recusar atendê-los, acabou a simpatia, mesmo que falsa, por isso dizemos que ninguém mente por tanto tempo, e que a saúde melhorou, só se for a dele, pois eu que necessito de atendimento publico, já esperei sem exageros 8 (oito) horas para que meu filho fosse atendido.Sei que a nossa luta vai continuar, mas aposto em uma população mais esclarecida,onde uma cesta básica e remédios que são direitos dos municipes, pois o dinheiro e a obrigação de um bom prefeito é gerir beneficios ao povo, comprem a miséria ...mas não deixem jamais que comprem a sua consciência... Pensem nisso!!!

  • cl.  
    5/10/08

    Essa mariane não deve morar em barueri com pode uma pessoa criticar ou reclamar de algp de barueri ela deveria morar em carapicuiba ai sim ela ia ver o quanto é bom se morar em um cidade abondonada me desculpe mais Barueri é uma das cidades melhor de se viver de São Paulo não tem porque trocar nada esse prefeito é exlente.

Postar um comentário